SINAPTOGÊNESE

SINAPTOGÊNESE

É o crescimento de conexões (sinapses) entre neurônios, resultado típico de uma aprendizagem.

A ocorrência de novas conexões se verifica simultaneamente ao crescimento dos dendritos e dos axônios e se dá juntamente com a mielinização da substância branca subcortical (Hattelocher e Dabholkar,1997).

São as ligações sinápticas entre os neurônios que permitem o aparecimento de novas capacidades funcionais. E é através da interação com o ambiente que novas conexões nervosas poderão surgir. (Cosenza e Guerra, 2011).

É durante o período inicial da vida (infância) que se verifica a maior capacidade para formação de sinapses que, no entanto, continuará ao longo da vida com intensidade reduzida.

Averigou-se que o aprendizado motor exigido em acrobacias gera novas sinapses no córtex cerebral (Black et al., 1990), assim como, em um experimento com ratos, verificou-se que o cuidado maternal propicia a sinaptogênese do hipocampo (local onde os estímulos advindos dos canais sensoriais são processados), o aprendizado espacial e a memória (Liu et al,  2000).

 


Referências

 

Black, J. E., Isaacs, K. R., Anderson, B. J., Alcantara, A. A., & Greenough, W. T. (1990). Learning causes synaptogenesis, whereas motor activity causes angiogenesis, in cerebellar cortex of adult rats. Proceedings of the National Academy of Sciences, 87(14), 5568-5572.

Cosenza, R. e Guerra, L.(2011). Neurociência e educação: como o cérebro aprende. Porto Alegre: Artmed.

Huttenlocher, P. R. and Dabholkar, A. S. (1997), Regional differences in synaptogenesis in human cerebral cortex. J. Comp. Neurol., 387: 167–178.

Liu, D., Diorio, J., Day, J. C., Francis, D. D., & Meaney, M. J. (2000). Maternal care, hippocampal synaptogenesis and cognitive development in rats. Nature neuroscience, 3(8), 799-806.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione Idioma